Como campanhas de e-mail marketing podem melhorar o relacionamento da sua empresa com os clientes?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O e-mail marketing é uma poderosa ferramenta do marketing de relacionamento para melhorar a interação entre sua empresa e os clientes, bem como estimular a fidelização e o engajamento do público consumidor. O envio de comunicações para uma base refinada de contatos permite não apenas a divulgação de produtos, serviços e promoções com o intuito de melhorar as vendas, mas também o estabelecimento de uma relação mais próxima, capaz de fornecer informação ao consumidor, criar identificação entre ele e a sua marca, atrair novos clientes e reter os atuais.

Tipos e conteúdos de e-mail marketing

Quando falamos em e-mail marketing, é comum associar a ferramenta à propaganda para vendas diretas, afinal, pesquisas tem revelado como o e-mail marketing tem uma boa relação custo-benefício e é efetivo para a conversão de clientes.

No intuito de estimular vendas, a empresa pode enviar mensagens com vantagens exclusivas para quem está cadastrado, como promoções relâmpago e códigos promocionais para o e-commerce. Isso faz com que o cliente sinta-se especial e aproveite o impulso para fechar negócios.

Mas lembre-se de oferecer mais do que a venda dos seus produtos ou serviços. O consumidor já é bombardeado todos os dias com propagandas no mundo físico e no mundo virtual. Portanto, se quiser chamar atenção em meio a tantas abordagens, é preciso investir em um relacionamento duradouro.

Como fazer isso? Uma maneira é oferecer informações interessantes e soluções para o seu cliente por meio do fornecimento de conteúdo exclusivo, como notícias, artigos, sugestão de aplicativos que facilitam a vida pessoal e profissional e outras novidades. O conteúdo pode direcionar tanto para o blog da empresa como para outras páginas da internet.

Outra opção é celebrar datas festivas, como aniversário do cliente (lembre-se de enviar o e-mail nominal), Natal, Ano Novo e outros momentos oportunos para o seu negócio.

O e-mail marketing também pode funcionar para manter o cliente atualizado e informado sobre protocolos de atendimento, sobre o processo de compra (recebimento de pedido, análise financeira, pedido aprovado ou não autorizado, envio de produto, pós-venda para avaliação da experiência), avisos de envio de produtos, confirmação de agendamento de consultas ou visitas técnicas, etc.

Métricas e dicas para ter sucesso

Uma grande vantagem das campanhas de e-mail marketing é a possibilidade de mensuração do sucesso dos envios a partir de métricas como: número de contatos que receberam o e-mail, quantos abriram a mensagem, quantos foram redirecionados para a landing page, etc.

O CTR (Clickthrough Rate), por exemplo, avalia a taxa de cliques que a mensagem recebeu em relação à quantidade de e-mails disparados. Além de mensurar a efetividade da campanha, serve também como um termômetro para dizer se os temas abordados estão agradando o seu público ou não. Com isso, é possível realizar diferentes abordagens e medir quais formas e temas atingem mais o interesse da sua audiência.

O Retorno sobre o Investimento é outro indicador bastante utilizado para mensurar o sucesso de campanhas de marketing, pois permite avaliar se a relação entre as despesas e os ganhos diretos é satisfatória. Nesse contexto, o ROI do e-mail marketing é considerado um dos maiores em relação a outros canais de comunicação.

Mas para obter resultados extraordinários com a ferramenta é fundamental garantir que ela não caia na caixa de Spam. Para evitar que isso aconteça existem algumas dicas e truques como: evitar caps lock e palavras típicas de Spam no assunto do e-mail; inserir textos no seu HTML; retirar o seu e-mail das listas negras da internet; fugir de anexos grandes; mesclar imagem com textos e usar um verificador de Spam para testar o e-mail antes do disparo.

Outras dicas importantes incluem garantir conteúdo multiplataforma (computadores, tablets e smartphones) e planejar a frequência de envio do material de acordo com a sua capacidade de desenvolver conteúdo relevante, de modo a não irritar o público – uma das principais causas de cancelamento de assinatura de newsletters é justamente o recebimento excessivo de material.