Mailing para telemarketing

Tempo de leitura: 1 minuto

O mailing é uma lista formada por clientes potenciais para um negócio. Ele pode ser segmentado, ou seja, dividido de acordo com características pré definidas e também pode ser geral, sem qualquer triagem.

No caso do telemarketing, o mailing é uma ferramenta essencial. É dele que saem os contatos para alimentar o trabalho dos operadores e os consequentes negócios. Por isso, quanto melhor for a segmentação do mailing para telemarketing, maior será a chance de fechamento do operador.

A segmentação do mailing para telemarketing pode ser feita de diversas formas. As mais comuns são realizadas por idade, sexo, estado civil, localização e renda. Porém, é possível criar um mailing ainda mais específico dependendo da necessidade e segmento.

Atualização de mailing para telemarketing

De nada adianta a segmentação correta do mailing para telemarketing se a base não receber constantes atualizações. Isso porque mesmo que se trate da pessoa correta para abordagem, se os dados de contato já estão obsoletos, não será possível efetuar uma venda. Por isso, realizar a higienização de dados é essencial para garantir que o mailing não só tem as pessoas certas, como também informa os telefones mais atualizados possíveis.

Outra situação que pode impactar no resultado do telemarketing é quando a base de dados é muito pobre em informações para um mesmo cliente. Por exemplo, um mailing onde o operador só tem acesso ao nome e um telefone das pessoas. Nesse caso, fica quase impossível realizar um contato com maior qualidade e, provavelmente, as vendas terão uma queda. Esse problema pode ser resolvido através do enriquecimento de dados, realizado através de ferramentas como o Base Certa, da Assertiva.