Em época de pandemia, muita coisa mudou e você já percebeu: a palavra do momento é adaptação. E, para grande parte das empresas, o home office que antes era uma escolha, hoje é obrigação. Mas você já parou para pensar em como as medidas de segurança da informação vão se adaptar a esse cenário?  

Se você pensou “ah, mas minha empresa trabalha com uma base de cadastros muito pequena” e concluiu que este texto não é pra você… espere aí!

Saiba que, mesmo que sua empresa tenha uma pequena base de cadastros, é sua responsabilidade cuidar da privacidade desses dados. Isso sem contar informações privadas dos seus próprios projetos. Ou seja, tem mais coisa em jogo do que você imaginava, não é mesmo?

Então, mão na massa! Nesta leitura temos 10 dicas práticas para você adaptar a segurança da informação da sua empresa nesse período de trabalho remoto.

Vamos lá?

O que é segurança da informação?

Bom, para começar nossa conversa, gostamos de deixar todo mundo alinhado. E, para isso, vamos começar do começo…

A segurança da informação é um conjunto de ações que protege dados. São medidas tomadas por uma pessoa ou empresa para evitar qualquer tipo equivocado de manuseio de informações privadas.

Exemplos disso são vazamentos de dados, ataques cibernéticos (hackers), modificações e compartilhamentos ilegais de informações.

Em geral, a função dessas ações protetoras é garantir a confidencialidade, a integridade, a autenticidade, a confiabilidade e a disponibilidade das informações geradas e armazenadas. Sejam essas em grande ou pequeno volume, da sua empresa ou de seus clientes.

# Fique por dentro!

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), adiada para entrar em vigor a partir de 2022, regula os cuidados com a informação. Aqui na Assertiva costumamos dizer que essa é uma grande conquista para a segurança da informação!

Isso porque o desenvolvimento das empresas a partir de dados ganha agora mais transparência e proteção.

Para saber como sua empresa pode se preparar para essas novas medidas, assista à entrevista com o advogado especialista no assunto, Leandro Miranda.

Por que devo implementar medidas de segurança da informação no home office da minha empresa?

Antes de listarmos alguns motivos pelos quais você precisa adaptar a segurança da informação durante períodos de home office, olhe para o seguinte dado:

60% dos ataques cibernéticos acontecem em indústrias de pequeno e médio porte, de acordo com uma pesquisa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP).

Isso nos mostra que não importa o tamanho da empresa ou da sua base de dados, qualquer empreendimento está suscetível a esse tipo de ação. Ou seja, quanto mais preparado seu negócio estiver, melhor para todas as partes. E isso se faz ainda mais necessário quando falamos de trabalho à distância.

As medidas de segurança de dados garantem:

Diminuição no risco de perdas financeiras

Um ataque cibernético pode tirar muito dinheiro da sua empresa e, infelizmente, de diferentes formas. Algumas delas por roubos e desvios de dinheiro, outras por apropriação de informações confidenciais e/ou propriedades intelectuais e manipulação financeira.

Uma pesquisa estima que o Brasil perca aproximadamente 10 bilhões de dólares por ano com cibercrimes.

Cumprimento de dever ético

A responsabilidade do armazenamento seguro e da privacidade dos dados dos seus clientes e parceiros é da sua empresa.

É dever ético do seu negócio proteger tais informações e a história fica ainda mais séria quando se trata de dados sensíveis. Isso porque, com a nova LGPD, empresas que “vazarem” dados, com intenção ou não, serão gravemente multadas.

Proteção dos ativos da empresa

Toda empresa possui informações sigilosas. As medidas de segurança da informação visam proteger desde sua base de cadastro de clientes e parceiros, até mesmo arquivos com propostas comerciais, cotação de serviços e impostos pagos.

Aumento de credibilidade e confiabilidade no mercado

A preocupação da sua empresa com a segurança dos dados pode ser um grande diferencial no seu mercado. Clientes e parceiros preferem negociar com instituições que demonstram ser confiáveis e adequadas às normas.

Então o que fazer para garantir a segurança da informação no home office dos meus colaboradores?

Manter a segurança das informações da sua empresa num trabalho à distância é sim possível!

Então aqui está nosso checklist com 10 dicas práticas, e escolhidas a dedo, para empresários que realmente se preocupam com isso. Nossa sugestão é que você repasse esses pontos com seu time em home office!

1) Configure o leitor de digitais do computador

Alguns computadores mais modernos já possuem um leitor de digitais. Incentive seus colaboradores a ativarem essa ferramenta para fazer o login na máquina.

2) Mude a senha padrão do roteador

Muitas pessoas não trocam aquela primeira senha que vem com o aparelho que roteia a internet. Pode parecer básico, mas esse tipo de código é amplamente conhecido. Ao ter acesso ao Wi-Fi, um invasor pode rapidamente controlar e disseminar o vírus a outros aparelhos.

3) Tenha uma rede virtual privada (VPN)

Também conhecida como Virtual Private Network, a VPN é uma conexão mais segura para seu negócio. Isso porque ela cria um “túnel” que liga o computador do colaborador ao servidor da empresa durante o trabalho remoto. É essa infraestrutura que impede a ação de invasores durante o tráfego de informações.

 Então, partindo do pressuposto que a rede de uma casa é bem menos segura do que a de uma empresa, sugerimos que você invista em uma VPN paga. É o que vai garantir mais privacidade aos seus dados.

Saiba mais sobre a rede virtual privada aqui.

4) Atualize aplicativos e programas

Tenha as versões mais recentes de navegadores (Google Chrome, Safari, Firefox) e de programas de Office. Se sua empresa lida com arquivos extremamente sigilosos, evite usar sistemas muito antigos, como Windows 7 e Windows xp.

5) Utilize soluções em nuvem para tráfego entre colaboradores

Soluções em nuvem são parte importante da segurança da informação durante o home office. Principalmente, porque contam com medidas próprias de proteção de dados.

Na hora de compartilhar informações e arquivos importantes entre os colaboradores da empresa, sugira sempre o uso do aplicativo de armazenamento em nuvem.

6) Dê importância às senhas

Por mais fácil que seja ter sempre a mesma senha, seu colaborador não pode ter preguiça quando se trata de acessos da empresa.

Então deve ser obrigatório:

  • Uso de senhas fortes (aquelas com 12 dígitos, números e caracteres especiais)
  • Mecanismos de autenticação por um segundo fator (código de verificação, token etc)
  • Utilização de um cofre de senhas para evitar códigos salvos no navegador

7) Defina protocolos de ação dentro da empresa

Vírus e invasores estão cada vez mais habilidosos para sequestrar informações. Por isso, crie uma política de segurança da informação para a sua empresa

Defina, por exemplo, como será feita a transferência de dados, caso seja necessária. Crie procedimentos e validações para isso.

8) Utilize máquinas virtuais

Você sabia que você pode isolar o que é feito no computador pessoal do corporativo?

Nem todas as empresas disponibilizam a máquina do colaborador para o home office. Por isso, se seu colaborador está usando um computador pessoal, o modo máquina virtual é bem interessante.

É uma tecnologia que evita, por exemplo, que se espalhe um malware nos documentos da empresa. Aqui você pode ler como criar uma máquina virtual para algumas versões do Windows.

9) Continue fazendo backups constantes na nuvem

Backups são cópias de segurança dos seus arquivos. Ao guardá-las na nuvem, você evita o uso de pendrives e HD externos (não recomendados para segurança da informação).

10) Acompanhe seu tráfego de rede

Escale uma pessoa do seu time para ser responsável por acompanhar esse tráfego durante o trabalho à distância. Fique de olho de onde vêm os acessos, se existem tentativas falhas de acesso a servidores ou então se existem downloads de arquivos desconhecidos.

Sabemos que garantir a segurança da informação não é uma tarefa simples para nenhuma empresa. Mas vale o esforço, pode acreditar! O mercado espera isso do seu negócio!

E pra quem quer continuar melhorando o home office…

Separamos um texto que vai te ajudar a gerir e a otimizar o tempo da sua equipe. Conheça técnicas para aumentar a produtividade no trabalho remoto. Clique aqui para ler!

333 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar