Como planejar as metas da minha empresa: 7 dicas fundamentais

Ano novo, vida nova e chegou a hora de organizar as prioridades e os objetivos do seu negócio. Para isso, é necessário fazer uma pausa, pensar no planejamento e buscar respostas para uma importante pergunta: quais serão as metas da minha empresa?

Alguns cuidados e pontos de atenção são essenciais para que as estratégias sejam as mais assertivas possíveis, para otimizar resultados e alcançar novos patamares de crescimento e desenvolvimento. 

Pensando em ajudar você na elaboração desse plano, apontamos os principais pontos sobre o tema, além de um passo a passo das abordagens que não devem faltar para que você estabeleça propósitos possíveis de realização, assim como novos desafios a serem conquistados. Continue sua leitura e confira! 

Metas da minha empresa: por onde começar? 

Antes de estabelecer planos, é importante saber quais os pontos mais relevantes. 

Por isso, o planejamento estratégico deve contemplar quais objetivos devem ser alcançados e de que maneira é possível realizar cada um deles. Ou seja, entender quais meios e ações são necessários para fazer acontecer. 

Além disso, o planejamento bem definido vai nortear a empresa por todo o próximo ano. Afinal, no documento estarão as metas que precisam ser alcançadas e, concluída essa etapa, quais as próximas que devem ser realizadas. 

Quais metas são importantes?

Se você está em dúvida sobre o que direcionar como desafio para 2020, confira alguns exemplos. É possível estabelecer metas para: 

  • Criar novas parcerias
  • Reduzir custos e otimizar o orçamento
  • Aumentar a carteira de clientes ou ticket médio
  • Melhorar a retenção de clientes
  • Aumentar o time de colaboradores
  • Encontrar novas e melhores ferramentas para a operação
  • Alcançar novos índices no setor comercial

Junto das próximas metas é importante ter alinhado os valores da empresa para que caminhem na mesma direção. A cultura organizacional é uma diretriz que deve ser preservada, de modo que, caso tenha alguma dúvida durante o processo de execução de metas, sobre prioridades e posturas a serem adotadas, esses valores sejam os guias para manter colaboradores e empresa focados no mesmo objetivo. 

Como organizar o plano de metas da minha empresa?

Para iniciar o planejamento da sua empresa, é válido começar pelos seguintes pontos:

  1. Entender quais são os objetivos principais: o que não pode faltar para que a administração da empresa continue indo bem ou o que é necessário alterar para alcançar melhores resultados. 
  2. Delinear como será a estratégia: sabendo o que precisa ser feito, é necessário buscar alternativas para viabilizar a realização, ou seja, como fazer acontecer da maneira mais certeira.  
  3. De que maneira deve ocorrer o trabalho tático: enquanto o aspecto estratégico está focado na visão total da unidade, para buscar resultados para a corporação, o planejamento tático se dedica ao detalhamento com os meios para atingir os objetivos. Ou seja, como será o envolvimento dos setores para iniciar o entendimento da prática e depois partir para o operacional. 
  4. Como será executado o operacional de cada ação: após o planejamento estratégico e tático para alcance das metas da sua empresa, é necessário pensar no aspecto operacional, de como será a realização de cada etapa para alcançar o objetivo final. 
  5. Formas de medir resultados: ter indicadores de desempenho se torna fundamental para entender se as estratégias estão funcionando e se será possível alcançar as metas continuando na mesma linha de atuação. Ou seja, custo operacionais, investimentos em marketing e outras despesas precisam de análise de retorno para entender a viabilidade em continuar na mesma linha de abordagem. 
  6. Opções caso o planejamento saia da rota (plano B): medindo resultados é possível entender se tudo está ocorrendo como esperado. Ou seja, se for necessário alterar os planos e ações é importante ter a possibilidade de inovar de maneira rápida e resiliente, para não se perder quanto ao alcance de metas.
  7. Quem são os responsáveis por cada ação ou etapa: Por fim, nomear os responsáveis por cada objetivo a ser alcançado é imprescindível para saber com quem falar. Afinal, é necessário sempre direcionar a comunicação para quem está encarregado do desafio de alcance da meta. 

Pontos de atenção para as metas da sua empresa

Mesmo tendo um planejamento estratégico muito bem alinhado, é importante manter o cuidado com alguns quesitos. São eles: 

  • Envolver as pessoas certas nas tarefas e projetos: de nada vale ter um excelente grupo de colaboradores engajados na ação se não houver quem os direcione de maneira adequada. Portanto, nomeie responsáveis que de fato tem o perfil ideal para motivar e envolver a equipe na busca pelo alcance da meta, assim como delegar tarefas. Caso esteja na dúvida sobre quem está apto para executar os trabalhos, analise o perfil, competências, habilidades e histórico comportamental.
  • Ter uma comunicação alinhada: é necessário saber sobre o andamento de cada etapa para o alcance de metas. Para isso, alinhar formas de comunicação é algo essencial. Seja com reuniões semanais, feedbacks pontuais ou outras maneiras de integrar o conhecimento sobre a realização de cada etapa, o importante é que não tenha ruídos que impeçam o caminhar dos projetos e ações. Também é essencial ter um canal aberto para informar quaisquer ocorrências que possam representar um risco para o alcance de metas. 
  • Ter um responsável por informar os resultados parciais: monitorar constantemente os progressos de cada etapa é uma necessidade para entender o fluxo de alcance das metas. Caso não esteja seguindo para o esperado, há tempo de reorganizar o cronograma e as estratégias e, dessa maneira, readequar para atingir os objetivos. 

Dica extra: faça uma matriz SWOT

Uma matriz SWOT pode ajudar – e muito – a entender melhor o seu negócio. Caso tenha dúvidas sobre o que é necessário ter como metas para sua empresa, utilize a SWOT como mecanismo dessa análise. Nela você terá os seguintes pontos sobre o seu negócio:  

  • Forças: são os pontos positivos da empresa, o que funciona bem, no que se destaca e as vantagens que apresenta quando comparada com a concorrência.
  • Franquezas: se refere ao que é necessário mudar, alterar ou solucionar, sejam métodos de trabalho, logística ou a falta de resultados expressivos em determinado setor. 
  • Ameaças: este quesito se refere a todos os aspectos que podem ameaçar o seu negócio e mercado. Por exemplo: concorrentes, preço, mão-de-obra, etc.
  • Oportunidades: representa as ações ou fatores que podem contribuir para alavancar oportunidades para crescimento ou expansão, por exemplo. Ou então que possam gerar economia e melhores resultados. 

Saiba Mais! 

Uma das metas mais comuns e importantes entre as empresas é a de aumentar a carteira de clientes ou o ticket médio, certo? Pensando nisso, separamos uma lista de ferramentas que podem ajudar o seu time de vendas a acertar ainda mais na prospecção. Clique aqui e confira nosso artigo!

Deixe uma resposta