Sabe aquele momento em que a empresa está indo de vento em popa e você percebe que está na hora de investir mais? Pois é, são nessas situações que surgem as ideias para expandir seu negócio.

Sem dúvidas, esse é um passo muito importante e que deve ser planejado com bastante calma para evitar qualquer tipo de surpresa no futuro.

O fato é que muitos empreendedores travam ao se depararem com as condições do mercado ou com a falta de conhecimento na hora de elaborar um plano de ação para aumentar sua área de alcance.

Quando pensamos em expandir um negócio, logo imaginamos que isso só é possível em modelos de franquias, ou seja, o mesmo negócio sendo replicado em locais diferente. Mas será que essa é a única maneira de expandir uma empresa?

Hoje vamos contar a história da Mais Cash, uma organização do segmento de crédito consignado que, com a ajuda da tecnologia e de um pouco de criatividade, conseguiu expandir seus negócios para mais duas áreas de atuação diferentes, passando a trabalhar também com recuperação de dívidas e prospecção de clientes.

Analisando oportunidades

Ficar atento ao que acontece no mercado é super importante, principalmente em assuntos relacionados ao seu segmento. Mas o que muitos empresários acabam deixando de ver é que, muitas vezes, a grande ideia está dentro de casa.

Observar a rotina de trabalho e tentar otimizar os processos que já existem é uma excelente forma de começar a identificar oportunidades. 

Em entrevista com o empresário Luiz Carlos Guimarães, proprietário da Mais Cash, ele nos conta como seus colaboradores tiveram um papel fundamental no processo de expansão de sua empresa. 

Segundo ele, ao perceber a forma e qualidade do tratamento de dados que o seu time de Tecnologia da Informação entregava, foi identificado uma oportunidade de trabalhar com recuperação de dívidas, nascendo desse projeto a segunda empresa do grupo.

O empresário, que já trabalhava com a atualização de dados cadastrais para entrar em contato com seu público, descobriu que com o uso da tecnologia poderia realizar o enriquecimento e a higienização de seus dados de forma massiva, potencializando os seus esforços.

“A Assertiva é a grande colaboradora de todo o sucesso que a nossa empresa tem. Sem ela, sem essa parceria, a caminhada seria mais difícil”, afirma Luis Carlos Guimarães

Diversificar é necessário

Mudar a prateleira de produtos e serviços nem sempre é uma tarefa fácil, isso porque antes de optar por começar ou não um novo projeto é necessário entender  se realmente existem essas demandas no mercado. 

Uma forma muito eficaz para identificar tais necessidades é conversando com o seu público. Muitas empresas fazem rodadas de  entrevistas a fim de conhecer melhor as dores dos seus clientes.

Outra maneira é realizar dentro da própria empresa dinâmicas utilizando situações problemas para resolver uma dificuldade de algum segmento específico. 

Muitas organizações têm adotado o conceito de design thinking para cadenciar esse processo, que na verdade consiste em cinco etapas, que passam pelas fases de: empatizar com o problema, definir o que será feito, idear sobre o assunto, prototipar uma solução e testar.

Temos uma dica de livro muito legal para você que deseja saber mais sobre esse assunto:

Banner com Dica do livro "Design Thinking"

No caso da Mais Cash, eles aliaram uma necessidade comum de mercado – que é a prospecção de clientes – à tecnologia para expandir e melhorar seus processos internos, criando assim a terceira empresa do grupo.

Hoje, além de atuarem na esteira de oferta de crédito consignado, seu conglomerado de negócios oferece soluções que vão da prospecção de clientes à recuperação de dívidas.

“Graças à Assertiva, hoje nós temos como diversificar os nossos segmentos, especialmente no que diz respeito à tecnologia”. (Luis Carlos Guimarães – Mais Cash)

A expansão e o mercado

Sem dúvidas, um dos maiores desafios para todos os empresários que começam a desbravar um novo produto ou serviço é conseguir abrir mercado, de modo que haja uma expansão na carteira de clientes. 

O que acontece é que, em alguns segmentos, essas carteiras já estão saturadas e diante dessa situação só existem duas coisas a serem feitas, segundo a percepção do nosso entrevistado:

“Quando esses desafios batem à nossa porta, só existem dois caminhos a serem seguidos: o primeiro é investir em um bom atendimento, trabalhando os nossos colaboradores para que eles entreguem a melhor experiência aos nossos clientes, e o segundo é o aumento na prospecção. E é nesse momento que a Assertiva nos ajuda. 

A qualidade da informação e dos dados que as soluções da Assertiva nos entregam faz com que esses insumos se transformem em ações. Sem esse saneamento de informações a nossa empresa não conseguiria de forma alguma realizar prospecções. Nós já tentamos com outras empresas do mesmo segmento da Assertiva, mas sem sucesso. É por isso que somos parceiros há tanto tempo.

Com a cesta de produtos Assertiva nós conseguimos aumentar o nosso poder de prospecção. Logo quando a gente começou, em 2012, nós usávamos apenas o Localize. Como nossa operação na época era bem pequena, o produto atendeu super bem. Mas à medida em que a nossa atividade foi crescendo, nós vimos a necessidade de ter um produto que fizesse as consultas de forma massificada. E foi aí que nós começamos a trabalhar com o Base Certa”.

O plano para expandir uma empresa

Não existe uma receita infalível quando falamos na expansão de um negócio, mas existem alguns passos super importantes e que são necessários para estruturar um projeto desse nível. Por isso, se atente às próximas dicas que vamos te dar:

1# Fique de olho no mercado

Sabe aquele olheiro que fica do lado de fora do campo em busca de uma nova estrela do futebol? Então, observar os movimentos, tendências e as novidades de mercado é sem dúvida o primeiro passo rumo a uma grande ideia

Ao buscar essas referências, você abre espaço para o novo e, consequentemente, começa a descobrir deficiências no mercado que poderão ser solucionadas por seus produtos ou serviços.

2# Prepare sua equipe

Muitos empreendedores se aventuram ao começar um novo modelo de negócio – seja comercializando um novo produto ou serviço – e esquecem da capacitação interna de seus colaboradores. 

Isso é mais comum do que imaginamos, mas o resultado de ir para o mercado sem um preparo antecipado pode resultar em desperdícios de insumos e até na queima de uma carteira de clientes.

Investir em cursos de capacitação e promover treinamentos internos a fim de preparar o seu time para o novo é o mais indicado caso você não queira ter esse tipo de problema.

3# Uma grande ideia

Quem nunca ouviu falar: se você quiser ter uma grande ideia, precisa ir para fora do país. O mundo dos negócios segue tendências e, muitas vezes, a saída encontrada é importar ideias do exterior e aplicá-las em nosso modelo de negócio. 

Essa estratégia acaba funcionando em alguns cenários, mas em outros não. Isso porque muitas vezes o grande impeditivo é justamente o choque entre as culturas, fazendo com que a ideia fique inviável.

Mas será que essa é a única forma de ter uma grande ideia? Olhar para ecossistema que estamos inseridos é uma excelente maneira de começar a identificar possíveis dores de mercado e, assim, criar soluções que sejam relevantes para os nossos clientes.

4# Conte com a tecnologia

Que o mundo está cada vez mais tech não é nenhuma novidade, mas muitas empresas fecham os olhos para essa realidade e acabam perdendo em competitividade diante de seus concorrentes.

Tarefas que antes levavam muito tempo para serem realizadas, com o avanço da tecnologia e as novas soluções de mercado, se tornaram muito mais simples. São desafios como falar com milhares de clientes em segundos, que se tornam mais rápidos e baratos com o uso do disparo de SMS, por exemplo.

“O SMS trouxe para nós uma nova forma de prospecção”. (Luis Carlos Guimarães – Mais Cash) 

Ferramentas que auxiliam a expandir seu negócio

Já que estamos falando do uso da tecnologia para a expansão de mercados, não podemos de deixar de citar como algumas ferramentas têm desempenhado um papel fundamental na gestão e no relacionamento com o cliente. 

Com isso, entramos na segunda etapa do processo de expansão de uma empresa, que é cuidar de uma carteira de clientes novos. Desempenhar essa tarefa quando se tem alguns clientes é simples, mas e quando sua base  começa a crescer a ponto de você não conseguir falar com todos eles?

É nesse momento que entram os CRM’s, que nada mais são do que ferramentas que nos auxiliam no cadastro e gestão de clientes. Esses sistemas facilitam nossa comunicação com a base de clientes e melhoram a experiência de nossos usuários.

Existem ainda outras ferramentas que atuam na cadência de comunicação e são consideradas fundamentais para o sucesso na de expandir um negócio. Por exemplo, o uso de um disparador de e-mail, SMS ou até uma telefonia VOIP para a realização de chamadas podem ajudar a sua operação, tanto na gestão de tempo, quanto na economia de recursos.

“Quando nós unimos as soluções da Assertiva, o nosso retorno aumentou exponencialmente. Então usávamos o Localize ou o Base Certa para a criação de layouts, já fazendo o agendamento de campanhas para os envios dos lotes de sms – hoje essa é uma ferramenta fundamental para a nossa operação”, finaliza Luis Carlos.

Saiba como a Assertiva também pode te ajudar!

Agora que você já sabe por onde começar é hora de colocar em prática todas essas dicas! Faça como o Luis Carlos, da Mais Cash, que expandiu suas empresas utilizando as soluções da Assertiva. 

Quer saber como podemos te ajudar também? Então clique aqui, preencha o formulário e vamos te conectar com um de nossos consultores!

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar