Melhores práticas de manutenção de máquinas e equipamentos para Locadoras

manutenção de máquinas e equipamentos

Além de todas as preocupações que naturalmente afetam as empresas locadoras, a manutenção de máquinas e equipamentos é um ponto de atenção constante. Mais que isso: locadoras que não têm boas práticas nesse quesito estão fadadas ao insucesso. 

A gestão de frota é um dos maiores desafios para as empresas locadoras. A própria Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração (Sobratema) disponibiliza tabelas de custo horário que levam em conta, dentre alguns fatores, os custos de manutenção da frota. 

Ou seja, a periodicidade, a programação e os custos das manutenções de máquinas e equipamentos, independentemente de quais os tipos, são fatores que nunca podem ser ignorados pelas locadoras. 

E com o objetivo de entender quais as boas práticas que garantirão os melhores resultados, recomendamos a continuação na leitura deste artigo.  

Qual é a importância da manutenção regular de máquinas e equipamentos?

Empresas locadoras estão cientes que, com o tempo, as máquinas e equipamentos vão sofrer desgaste natural, o que chamamos de depreciação. 

Sabendo disso, o mais sábio a se fazer é adotar práticas capazes de aumentar a vida útil do maquinário, o que é possível por meio do desenvolvimento de um plano de manutenção.  

Isso significa que zelar pelo patrimônio da empresa é sinônimo de estar atento à importância da manutenção de máquinas e equipamentos, por meio da qual a depreciação será mais tardia e mais branda. É uma mitigação de riscos

Além disso, com a manutenção em dia, você aumenta a produtividade do maquinário e a confiabilidade no seu negócio. A sua empresa será reconhecida pela garantia de aumento da produtividade, garantia de prazos de entrega e aumento da segurança dos operadores. E esse é o tipo de imagem que a sua locadora precisa ter. 

Quais os tipos de manutenção de máquinas?

Existem três tipos de manutenção de máquinas: a corretiva, a preventiva e a preditiva. Veja abaixo sobre cada uma delas:

Manutenção de máquinas e equipamentos — Corretiva 

As manutenções corretivas são as mais comuns nas oficinas e se dão quando o dano já ocorreu. Apesar de existirem imprevistos, as corretivas podem ser evitadas caso as manutenções preventivas e preditivas sejam regularmente feitas. E isso deve ser prioridade nas locadoras,  afinal, as manutenções corretivas são as mais custosas. 

Manutenção de máquinas e equipamentos — Preventiva 

A manutenção preventiva é a mais importante de todas. Por meio dela são prevenidos acidentes e paradas nas máquinas e equipamentos. A manutenção preventiva se dá, por exemplo, por meio das revisões previstas nas garantias dos equipamentos, com a substituição de peças, verificação de componentes e regulagem das partes do maquinário. 

Manutenção de máquinas e equipamentos — Preditiva 

Por fim, a manutenção preditiva funciona como uma previsão do comportamento futuro dos maquinários e dos equipamentos. É possível prever quando e se acontecerão quebras e funcionamentos reduzidos por meio da análise do desempenho e da performance durante o uso. 

Com esse exercício de antecipação, é possível programar paradas e manutenção de máquinas sem que, com isso, seja prejudicada a organização da empresa. Além disso, são evitadas interrupções contratuais, com a necessidade de substituição de máquinas que estão prestando serviços a clientes. 

Como efetuar uma manutenção de maquinário eficiente?

Confira as principais recomendações para ter sucesso na manutenção de máquinas e equipamentos: 

  • Liste todos os equipamentos e máquinas da empresa;
  • Fique sempre atento às recomendações dos fabricantes;
  • Organize um calendário com todas as manutenções necessárias (especial atenção às preventivas e às preditivas);
  • Invista no treinamento da equipe para uso correto do maquinário e conhecimento sobre identificação de possíveis defeitos;
  • Preze pela limpeza e lubrificação de todas as máquinas e equipamentos. 

Benefícios de uma gestão de manutenção eficiente

Não bastassem os argumentos que apresentamos acima, é essencial investir em um bom planejamento das manutenções de maquinário porque: 

  • Aumenta a eficiência no trabalho: sabendo quais serão as paradas do maquinário, os serviços não serão surpreendidos quando alguma máquina ou equipamento não puder funcionar em algum dia em específico. Além disso, os serviços serão mais eficientes pela ausência de surpresas desagradáveis, como a parada abrupta de algum maquinário; 
  • Melhora o controle dos custos: despesas surpresas sempre abalam a contabilidade. Por isso, saber com antecedência quanto e quando deverão ser feitos investimentos com as máquinas e equipamentos é essencial para deixar as contas em dia;
  • Reduz as perdas de materiais: muitos negócios trabalham com matéria prima que tem prazo controlado de validade. É uma questão de timing perfeito: o seu maquinário deve funcionar para que os insumos não sejam perdidos, do contrário, existirão desperdícios. 

Como não perder locações com as paradas de manutenção 

Mas se o processo de manutenção deve ser contínuo, como garantir que o negócio não perca dinheiro enquanto os maquinários e equipamentos não estejam disponíveis? 

A resposta para essa questão também está relacionada à capacidade de organização do seu negócio. Para isso, algumas dicas são: 

  • Tenha uma gestão de contratos eficiente: é possível montar uma programação de acordo com o tempo de locação dos contratos e, assim, garantir que durante o tempo contratual daquela máquina em específico não exista nenhuma manutenção programada (ou, então, se existente, que já seja de conhecimento do cliente);
  • Trate com os seus clientes com antecedência sobre quais equipamentos e maquinários deverão ser substituídos; 
  • Desenvolva meios de entrega de maquinários e de equipamentos de maneira facilitada, inclusive quanto à renovação de contratos. Ter processos longos e excessivamente burocráticos vai atrasar os seus negócios;
  • Invista em soluções tecnológicas que garantam a entrega do seu produto de maneira ágil e segura. Para tanto, existem no mercado ferramentas que validam a entrega de produtos e a realização de serviços, além de propiciar a assinatura de contratos digitalmente, como é o caso do Autentica.

Para se inteirar mais sobre o assunto e entender como o desgaste do maquinário deve ser encarado, confira o artigo Depreciação de máquinas e equipamentos: o que é e como calcular. Gastos provisionados e manutenções programadas são dois fortes pilares para garantir o sucesso do seu negócio!

Você também pode gostar