Black Friday: como vender melhor e com mais segurança?

O interesse pela Black Friday tem sido cada vez mais recorrente. Prova disso é a pesquisa realizada pelo Google com internautas de todo o país, que revelou que 69% dos consumidores já definiram o que pretendem comprar com as ofertas especiais de novembro. 

As compras podem ocorrer em lojas virtuais ou físicas. Porém, não importa o canal utilizado para as aquisições promocionais, é necessário tomar todos os cuidados para que os clientes possam efetuar compras com segurança, assim como a empresa que está oferecendo produtos e serviços a valores exclusivos também tenha lucros e não fique no prejuízo. 

Evitar fraudes e riscos para o negócio são algumas das preocupações que devem estar em pauta durante a Black Friday, que já pode ser visualizado como um período de marketing sazonal, presente no calendários dos brasileiros. 

Quer saber como se preparar para esse período de vendas? Confira, a seguir, os cuidados que não podem faltar para realizar todas as transações com segurança.

Black Friday: a importância de um site seguro 

Antes de pensar em vender através de um e-commerce é imprescindível averiguar todas as questões de segurança que envolvem o seu site. Afinal, esse é o local mais procurado para compras quando o cliente pretende realizar todas as análises e escolhas do produto com tempo e na comodidade da sua casa. 

Por isso, é essencial que:

  • O site da sua empresa mostre que há uma conexão segura, o que é possível ao acessar a página. No endereço virtual, antes do nome do site, estará a sigla https ao invés de http. O https indica a seguinte tradução: “protocolo de transferência de hipertexto seguro”.
  • O certificado SLL, que significa Secure Socket Layer, esteja funcionando corretamente. Ele é o responsável pela proteção padrão do site, para garantir que os dados trocados entre dois sistemas permaneça resguardado. Sua identificação é fácil: basta observar se, ao navegar, o ícone de um cadeado aparece na barra de endereço do site.

Esses cuidados garantem que a compra do cliente esteja criptografada, ou seja, que seus dados estejam seguros e que ele possa concluir a aquisição sem problemas, seja ela através de boleto bancário, cartão de crédito ou transferência online. 

A importância de monitorar o estoque 

Estando o site seguro para seus clientes realizarem a compra, é importante que as vendas da loja virtual estejam alinhadas com as vendas da loja física. Por isso, é necessário realizar o acompanhamento de estoque e não ter desencontro de informações. 

Não se trata apenas do inconveniente causado para o cliente de não ter o produto disponível ao finalizar um pedido, mas todos os trâmites necessários para que o lojista tenha que estornar os valores de compra.   

Portanto, são dois movimentos e que causam problemas para ambos: o cliente, que se sente frustrado por não receber o que havia adquirido; e o lojista, que precisa lidar com a decepção do cliente, que pode interpretar o fato como desorganização da empresa, além de ter que lidar com a situação para cancelamento da compra ou reposição da peça. 

No caso da reposição, muitas vezes, ela representa prejuízo ao comerciante. Afinal, o produto promocional é oferecido por estar em estoque. Mas, caso precise de uma nova compra, pode não ser mais adquirido pelo preço anterior que o lojista conseguiu. 

Acompanhar a entrega do produto 

Em um ambiente cada vez mais disputado pela conquista de clientes, é essencial acompanhar todos os passos, da aquisição até a entrega do produto. Uma boa experiência de compra pode representar comentários positivos sobre o seu negócio, dando margem para a conquista de novos clientes, assim como a fidelização de quem já está na base de contatos. 

Por isso, o monitoramento é tão importante. Afinal, o cliente sabe que o processo de pagamento foi aprovado e resta aguardar a entrega do produto. 

Caso ocorra qualquer atraso também é importante alertar o consumidor. O ideal é que o produto seja entregue no prazo estabelecido, mas tendo qualquer necessidade de ajuste de data é fundamental comunicar o fato. 

Esse cuidado evita o risco de cancelamento de compra e também mostra a preocupação da empresa em cuidar do relacionamento com o seu cliente, gerando credibilidade. A iniciativa de monitorar a entrega de produtos deve ocorrer sempre, porém, no período de Black Friday, precisa receber maior atenção devido ao grande fluxo de vendas. 

Atendimento nas redes sociais 

Mesmo que o foco seja realizar vendas pela loja física, é necessário estar atento também ao ambiente virtual. Além de preparar o site para exibir as ofertas para a ocasião, é importante alinhar toda a comunicação da empresa, com toda a equipe de consultores de vendas tendo os conhecimentos necessários para melhor atender o cliente na web. 

A regra também é válida para o atendimento nas redes sociais, para que todos os locais tenham as mesmas informações e ofertas. 

Caso receba mensagens e interações de interessados em adquirir produtos ou serviços, é imprescindível que todos os dados informados sejam os mesmos em qualquer canal de contato, seja telefone, internet ou atendimento presencial. 

Informações sobre produto ou serviço 

Antes de adquirir qualquer peça, o cliente vai pesquisar sobre o produto. Por isso, é fundamental apresentar todas as especificações necessárias, evitando insatisfações futuras quando o consumidor receber o que adquiriu. Ter esse cuidado também evita dores de cabeça, para não ter riscos de devolução. 

Além disso, apresentar as informações mais importantes pode ser o diferencial entre adquirir um produto na sua loja ou na de um concorrente. 

Observar a legitimidade do pedido 

Mesmo com grande fluxo de transações financeiras, é fundamental estar atento aos dados apresentados na hora da compra. Fraudes podem ocorrer e o lojista ou empresário precisa observar se os dados apresentados no ato da compra são compatíveis com o titular do cartão. 

Contar com um sistema de conciliação de cartão integrado com o seu sistema de vendas é um dos caminhos possíveis para agilizar o grande fluxo de transações, afinal, ele realiza a compatibilidade de dados. 

Se o pagamento feito foi através de cartão crédito, os registros são realizados automaticamente, verificando se o que o sistema lançou é compatível com o que a operadora de cartão também tem em sua base de dados.

Nas operações de débito ou boleto bancário também é necessário observar os registros e fazer a conferência das informações do cliente. 

Saiba mais! 

Quer saber mais sobre como se prevenir de fraudes na sua empresa? Clique aqui e confira nosso conteúdo exclusivo, com dicas importantes para evitar riscos!

Deixe uma resposta