O que é régua de cobrança e como ela funciona?

As compras a prazo e as realizadas por recorrência, são as mais populares nos dias de hoje. O parcelamento é muito utilizado para aumentar o poder de compra do consumidor e a recorrência para tornar determinado consumo parte de sua rotina. Apesar de seus pontos positivos, esses dois modelos de negócio apresentam problemas com o recebimento. Uma das soluções mais eficazes para solucionar esse tipo de situação é o uso da régua de cobrança.

O que é régua de cobrança?

O conceito de régua de cobrança é bastante simples. Ela funciona como uma espécie de cobrador automatizado, que funciona tanto como ação preventiva, como para uma cobrança de débito já em atraso.

Para entender as réguas de cobrança de forma mais clara, é preciso ter em mente quais as formas de comunicação que você já tem hoje. As mais comuns e bastante utilizadas no mercado são: telefone, e-mail e SMS. Partindo desse ponto, é necessário criar uma espécie de caminho que o cliente deve passar ao longo do tempo que vem antes do vencimento de seu débito e após o vencimento. Abaixo você pode conferir um exemplo básico de como isso pode ser feito 😀

régua de cobrança

Além de conhecer as formas de contato possíveis, existem outros fatores que devem influenciar suas decisões quando o assunto é a criação da régua de cobrança. Confira cada um deles a seguir 😉

O que devo considerar para criar uma régua de cobrança?

1- Segmente sua carteira de clientes

Antes de iniciar a execução de uma régua de cobrança, é extremamente importante entender a carteira de clientes e segmentá-la. Isso porque, dessa forma, será possível pensar em maneira mais assertivas de abordar cada cliente.

Um bom exemplo de como a segmentação impacta os resultados, são os clientes chamado de “self cured“. O termo identifica os clientes que chegam a atrasar um pagamento, mas pagam em um prazo máximo de 30 dias. Nesta situação, a melhor opção é enviar lembrete prévios, já que a maioria das vezes os atrasos são por esquecimento. Como a telefonia é o acionamento mais caro, esse recurso não deve ser utilizado para esse tipo de caso.

Outra forma de segmentação que pode surtir bastante efeito é optar por meios de comunicação que são mais efetivos para determinado tipo de público. Se você possui muitas pessoas na faixa entre 25 a 45 anos em sua carteira, provavelmente será uma boa opção utilizar o e-mail como comunicação. Porém, a ligação provavelmente não terá o mesmo sucesso com esse público. De forma geral, quanto mais pessoalidade você conseguir imprimir na régua, maior será o sucesso final.

2- Garanta que sua base está atualizada

Por ser automatizada, a régua de cobrança precisa ter bons dados para que funcione como o previsto. De nada vai adiantar criar um fluxo que será quebrado por conta de telefones incorretos ou e-mails inválidos. Por isso, é muito importante que você realize o tratamento dos dados continuamente e garanta que sempre possui a informação mais atualizada possível.

Além dos dados que sofrem modificações, existem aquelas informações que foram digitadas sem um padrão e, por isso, podem ser consideradas inválidas durante o envio. Para solucionar esse problema, a melhor opção é realizar a higienização de dados, que será capaz de formatá-los dentro de padrões universais como, por exemplo, o estabelecido pelos correios e operadoras de telefonia.

3- Fique de olho na faixa de atraso

As medidas incluídas em uma régua de cobrança devem depender bastante também da faixa de atraso em que os clientes estão. Isso porque, dependendo de como sua abordagem for construída, ela pode gerar desconforto para os clientes que não estão muito atrasados e até mesmo ser branda demais para clientes que já possuem um longo histórico de débitos.

É muito importante adaptar tanto a forma de cobrança quanto a linguagem utilizada em cada caso. Quando se trata de um aviso prévio, é sempre bom cuidar para que não pareça uma cobrança, mas um aviso amigo de quem se importa. Assim como nos casos onde já existe certo atraso a linguagem deve ser amigável e respeitosa, mas deixando clara a urgência do pagamento.

Quer saber mais sobre como aplicar a régua de cobrança em seu negócio?

A régua de cobrança é, sem dúvida, uma ótima ferramenta para prevenir e otimizar a recuperação de débitos. Se você quer saber mais sobre como utilizá-la em seu negócio, leia aqui mais um artigo sobre o tema 😀

Deixe uma resposta