Gestão imobiliária: melhores práticas para aumentar a eficiência do seu negócio

Gestão imobiliária

O mercado imobiliário é conhecido por ser um ótimo investimento e, por isso, é um dos mercados mais competitivos. Diante disso, o seu diferencial está no aprimoramento da eficiência do negócio, por meio da gestão imobiliária.

Afinal, por mais que existam aspectos econômicos que impactam o negócio, é importante se preparar para enfrentar a concorrência, planejar gastos e novos investimentos e cuidar da carteira de clientes.

Por meio dessa leitura, você vai se convencer da importância de apostar na gestão imobiliária, vai entender como tornar processos mais eficientes e como a tecnologia auxilia a colocar suas ideias em prática com segurança.

Acompanhe!

O que é gestão imobiliária?

Antes de explicarmos o que é gestão imobiliária, vamos relembrar o que significa a palavra gestão. Gestão é mobilizar ferramentas e procedimentos para aumentar a produtividade e proporcionar crescimento sustentável para a empresa.

Quando nos voltamos para o mercado imobiliário, porém, há algumas particularidades que merecem a atenção. Normalmente, a gestão imobiliária se divide em três áreas: a Gestão Financeira, a Gestão Patrimonial e a Gestão de Pessoas.

Vamos começar pela primeira. A Gestão Financeira consiste em controlar as entradas e saídas do caixa, ou seja, as vendas de imóveis, aluguéis recebidos (que não são fixos) e os gastos (estes, sim, fixos) com encargos trabalhistas, água, luz, comissões etc.

A Gestão Patrimonial, por sua vez, se dedica aos produtos comercializados pela empresa e analisa seu potencial comercial, tributário ou jurídico. A área controla a parte fiscal e tributária dos imóveis e se dedica a planejar o lançamento dos produtos.

Por fim, há a Gestão de Pessoas, área que busca conduzir o relacionamento entre a imobiliária, seus corretores e demais funcionários.

Qual a importância de uma gestão imobiliária eficiente?

Muitas empresas buscam formas de tornar o negócio mais produtivo, os processos mais eficientes e organizados e de conquistar a satisfação dos clientes. Porém, a solução para esses objetivos está na gestão imobiliária.

A seguir, detalhamos o por quê você deve colocar a gestão imobiliária como prioridade para o sucesso de sua empresa nesse mercado.

Conquistar a satisfação dos clientes

Podemos arriscar que 10 entre 10 corretores querem a satisfação de sua carteira. Afinal, se o nível de contentamento dos compradores for alto, maiores serão as chances de realizarem novas compras e de os corretores serem indicados para outros interessados.

Porém, no ramo imobiliário, nem sempre é fácil entender qual o público-alvo, como e onde prospectar compradores e como garantir a fidelidade dos clientes conquistados. 

Uma boa gestão imobiliária esforça-se por construir, junto à equipe, esse ciclo positivo, por meio de processos que tornem a experiência do cliente encantadora e que o faça sentir que escolheu bem ao fechar negócio com a sua empresa.

Aumentar a produtividade da equipe

Com uma equipe formada majoritariamente por corretores, os quais, em sua maioria são prestadores de serviço, manter a produtividade é um desafio que se completa com uma boa gestão de pessoas.

Além de apostar num bom treinamento da equipe e em qualificação para aperfeiçoar o atendimento final, a imobiliária deve construir uma política transparente e justa de comissionamento, incluindo valores, prazos e formas benéficas de pagamento.

Organizar processos e documentos

O local em que se localiza a imobiliária costuma ser sinônimo de papelada. Afinal, a burocracia é grande: contratos, cópias de documentos pessoais dos clientes, certidões, declarações etc.

O problema? Além de o papel precisar de espaço para ser armazenado, a chance de um ou outro desaparecer e prejudicar uma negociação é grande. Por isso, quanto mais a empresa investir em otimização de documentos, maiores serão os ganhos.

Atualmente, existem softwares específicos para assinatura eletrônica e para gestão de documentos. Com isso, você ganha em economia de espaço e em organização.

Destacar-se no mercado

Encontrar o seu diferencial como empresa é uma das formas mais conhecidas de se destacar no mercado. Mas, você pode se perguntar, como a gestão imobiliária pode ajudar nisso?

O consumidor tem muitas opções para fechar negócios imobiliários, então qualquer impressão positiva sobre o atendimento que a empresa oferecer já pode ser um diferencial.

Por isso, investir em um atendimento personalizado, atencioso e profissional não é algo que se deve ignorar. Mas sim, que exige treinamento e direcionamento estratégico para funcionar.

Dicas práticas para melhorar a eficiência do negócio

Existem três pilares que tornam o seu negócio imobiliário muito mais eficiente: a gestão financeira, o controle da documentação dos produtos e a satisfação do cliente.

A seguir, explicamos um pouco mais sobre cada um desses pilares e sugerimos ideias para colocá-las em prática!

Faça gestão financeira da imobiliária

A gestão financeira de uma imobiliária vai além de controlar diariamente o fluxo de caixa, as contas a serem pagas e os valores recebidos. É preciso atuar de forma preventiva para evitar, por exemplo, inquilinos inadimplentes.

Nesse sentido, antes da assinatura do contrato, sua equipe precisa realizar análise de crédito, de modo a consultar a renda mensal dos novos locatários, seus extratos bancários e o score de propensão de pagamento do inquilino em potencial.

Outro aspecto é analisar e cadastrar os dados de todos os locatários, sobretudo daqueles que possuem mais de 18 anos. Caso haja algum atraso no pagamento, é possível entrar em contato com outros moradores e não apenas com o titular do contrato.

Criar um cronograma de cobrança, no qual você está sempre em contato com os locatários, também é uma forma de evitar atrasos ou esquecimentos. Aliás, uma gestão baseada no relacionamento faz muita diferença. Afinal, é mais fácil o inquilino ficar devendo para alguém que não conhece do que para alguém com quem tem uma boa relação.

Faça um controle dos imóveis e dos corretores responsáveis

Controlar a documentação da empresa inclui todos os imóveis disponíveis para locação ou venda. Sua empresa deve conhecer bem os imóveis que comercializa, já que precisa estar ciente de seu potencial de valorização e das partes tributárias e fiscais de cada produto.

Além disso, é importante ter um cadastro sempre atualizado dos corretores responsáveis por cada imóvel, não só para acompanhar sua atuação, mas também para encaminhar clientes interessados, se necessário.

Cuide da experiência do cliente

Muitas vezes, a diferença entre a escolha pela sua imobiliária é o modo como o cliente é tratado. Do primeiro contato até o processo de contratação, o cliente deve ser abordado de forma educada e altamente profissional.

Chamá-lo pelo nome, por exemplo, e estar ciente do imóvel que será adquirido torna a venda muito mais ágil e dá uma sensação de segurança para o interessado. Isso tudo só é possível com uma gestão de pessoas assertiva e alinhada com toda a equipe.

Como usar a tecnologia na gestão imobiliária

A tecnologia faz mais do que agilizar processos e ampliar o conhecimento sobre a sua marca, a sua empresa. Ela auxilia a diminuir burocracias e cria mecanismos de gestão muito mais confiáveis e seguros.

Confira quais recursos vão fazer a diferença para o seu negócio!

Foque na comunicação com o cliente e na mobilidade dos processos

Uma das maiores dificuldades em realizar o acompanhamento do contato com os clientes é o fato de que os atendimentos dos corretores costumam ser feitos fora da imobiliária.

Porém, as soluções estão ao alcance das mãos. Recursos como o WhatsApp, o Messenger ou mesmo o Skype aceleram o contato com o próprio cliente, mas também do corretor com a empresa.

Otimize suas negociações e diminua a burocracia

Algumas reuniões podem ser feitas via Meeting, Zoom ou Teams. E caso seja necessário conferir as decisões tomadas durante a conversa, basta gravar os encontros virtuais e armazená-los para eventuais consultas.

Com esses recursos, os processos se tornam menos burocráticos, onerosos e demorados, além de torná-los móveis e adaptados à rotina do próprio cliente.

Para a admissão ou treinamento de novos corretores, muitas imobiliárias também investem em seu próprio onboarding digital, isto é, em um sistema de gestão para integração virtual, no qual o profissional vai ser “imerso” na cultura de sua empresa.

Aposte na assinatura eletrônica

A assinatura eletrônica é um meio virtual, seguro e legal de obter a validação de documentos. Acordos e contratos podem ser assinados digitalmente, de forma codificada, prática e rápida.

Fique tranquilo, pois todo o processo é íntegro e admissível, pois pode ser comprovado por meio da verificação da biometria facial, da geolocalização via endereço do computador na internet, entre outros aspectos.

Por meio da assinatura eletrônica, a redução dos custos com cartório são reduzidos em 80%, já que não há deslocamento de nenhuma das partes. Além disso, o processo se torna mais rápido e mais eficiente, já que não se corre o risco de o cliente desistir da compra pela demora com a documentação.

Evite fraudes com a tecnologia de biometria facial

O reconhecimento facial é um sistema que compara uma imagem real com outra já armazenada com a finalidade de verificar a identidade. É bastante utilizado por bancos virtuais, cujas contas são abertas a distância e pelo próprio cliente.

Esse tipo de recurso é essencial para qualquer empresa que atue de forma virtual e auxilia a evitar fraudes, prejuízos legais ou financeiros, além de tornar seguros o acesso a informações estratégicas do negócio.

Para saber mais sobre como a tecnologia pode auxiliar a sua gestão imobiliária, acesse nosso outro artigo sobre Como validar a assinatura digital com garantia jurídica?.

Você também pode gostar