Quanto ganha um corretor de imóveis?

Quanto ganha um corretor de imóveis?

Quando falamos sobre profissões a serem seguidas sempre vem aquele questionamento se o valor pago pela profissão a ser exercida é compensatório. Ganhar o equivalente ao que se trabalha é uma equação que, muitas vezes, não fecha em um resultado positivo para o profissional. Porém, falando de corretores de imóveis, nós podemos fechar um acordo de flexibilidade e boa remuneração, afinal o corretor faz o seu próprio salário de acordo com as políticas que ele mesmo coloca para realizar o seu trabalho.

Você sabe quanto ganha um corretor de imóveis?

Vamos partir da premissa de que existem diversas formas de um corretor imobiliário ganhar dinheiro, porém vamos trabalhar com quatro principais. O profissional pode atuar como autônomo, trabalhar em parceria com uma imobiliária, como captador ou ainda como assalariado – ele também pode ser uma pessoa contratada como CLT para uma empresa e ganhar um variável em cima das suas vendas.

Corretor autônomo e parceiro da imobiliária

Quando falamos de um corretor autônomo, estamos falando de um profissional que trabalha por conta, tem o seu próprio escritório e, muitas vezes, até sua própria empresa. Ele capta, negocia e acompanha a transação sem que a imobiliária interfira ou dê auxílio. O que algumas vezes acontece, é quando um corretor ligado a uma imobiliária tem um imóvel e o corretor autônomo tem o cliente interessado, nesse caso há um rateio acordado da comissão. Ou seja, o ponto focal no caso é a comissão. Pela lei, apenas 6% do valor do imóvel pode ser revertido em comissão para o corretor, salvo as exceções quando a lei local pode ter uma variação desse percentual.

Já um corretor parceiro de uma imobiliária trabalha de uma forma diferente, com isto o profissional tem um volume maior de imóveis disponíveis para oferecer aos seus clientes que querem comprar ou alugar. Sendo esta a forma mais comum de um corretor atuar no mercado imobiliário, isso faz com que a sua concorrência seja maior, pois são vários corretores captando imóveis para alimentar a oferta da incorporadora.

Captador de imóveis e corretor assalariado

Neste caso, não depende se você é autônomo ou parceiro da imobiliária, aqui você pode se beneficiar dos imóveis que você capta, seja para imobiliária ou para si mesmo. Quando você capta para a imobiliária, você traz um imóvel para o portfólio da empresa e outro corretor realiza a venda. Quem capta este imóvel tem direito a um percentual da venda – seja da comissão ou uma fatia da própria – no caso da locação parte ou totalidade do primeiro mês é do captador- porém lembrem-se: nada disso é regra.

Quando falamos das diversas modalidades de atuação de um corretor, falamos sobre o corretor assalariado que é aquele que tem um vínculo trabalhista com a empresa. Porém é quase uma utopia esse tipo de profissional, pois é raro existir uma imobiliária que trabalhe com salários fixos para corretores. A maioria sempre depende da comissão, então as outras modalidades são mais comuns.

Comissão e taxa de corretagem

Falamos das principais modalidades de trabalho de um corretor de imóveis, agora nada melhor do que explorar mais um pouco sobre o quanto um profissional desse porte ganha. Como já falamos acima, o salário de um corretor imobiliário varia bastante das condições de trabalho que ele pré-estabelece e de como ele acorda com a imobiliária que ele vai trabalhar. Existem dois grandes fatores que contribuem para os ganhos de um profissional, um deles é a comissão e a taxa de corretagem. Quando o corretor de forma autônoma, ele pode receber até 8% do valor do imóvel no caso de compra e venda, sendo essa a sua remuneração.

Para exemplificar, um corretor que vende um imóvel que vale mais de 100 mil reais e que pratique a taxa mais comum – que é a de 6%, uma média do mercado -, ganha 6 mil reais com essa transação. Já um corretor que atua em parceria com uma imobiliária ganha meia comissão dessa, porque a taxa de corretagem é dividida entre os diferentes níveis. No geral, essa taxa fica em 2% líquidos sobre o valor dos imóveis.

O impacto do valor mais a quantidade de negócios fechados

O percentual da comissão tende a ser fixo, porém o valor dos imóveis a serem negociados variam muito. Esse tipo de variação impacta muito no salário final de um corretor, uma vez que o seu provento será calculado em base da quantidade de imóveis que você vendeu, ou seja, quanto maior forem os valores dos imóveis maior será o seu pagamento. Então vamos imaginar a seguinte situação: imagine que um corretor autônomo vendeu um imóvel de 200 mil reais. Nesse caso, receberá, em média, 12 mil pela venda realizada. Da mesma forma, um corretor parceiro da imobiliária, que recebe uma comissão menor, acaba vendendo um imóvel com valor de 800 mil reais. Nesse caso, ele recebe 16 mil de remuneração. Assim, mesmo com uma taxa menor, o valor do imóvel permite que ele ganhe mais.

Falando de variáveis, também devemos falar da quantidade de negócios fechados ao longo das suas negociações. Um profissional que trabalha de forma autônoma e que fecha cinco vendas no valor de 100 mil reais por mês, por exempla, ganha 30 mil reais. Da mesma forma, um profissional que faz uma única venda de 400 mil no mesmo período, recebe 24 mil reais. Parece confuso, não?

Porém essa lógica é mais do que simples: quanto mais contratos o corretor consegue fechar, mais é o seu recebimento, o que significa que pode valer mais a pena investir em uma carteira de clientes com contratos menores, mas que apareçam em maior volume. Assim, podemos concluir que o fator crucial do bom salário de um corretor não é a quantidade de propriedades vendidas, mas sim a qualidade nas vendas dos imóveis em questão.

Clique aqui e baixe o e-Book "Lei do Inquilinato: tudo o que o corretor imobiliário precisa saber!"

Quer receber mais conteúdos como este?

Caso tenha interesse em receber mais conteúdos como este, acesse a nossa página clicando aqui e recebe um conteúdo especial preparado para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar