Com o crescimento das estratégias digitais, quem utiliza bem o e-mail marketing abre um oceano azul de possibilidades. Difícil de acreditar? Pode ser que você não conheça totalmente o poder dessa ferramenta, nem como aplicá-la de maneira assertiva em diferentes áreas.

Das vendas à recuperação de dívidas, o e-mail pode aprimorar os pontos de comunicação com o seu cliente e gerar ótimos resultados. Obviamente, é preciso entender como criar uma estratégia para cada objetivo e transmitir uma mensagem que desperte o interesse do público.

Que tal descobrir a fundo o potencial do e-mail marketing e criar mensagens que sejam lidas e gerem engajamento? Continue sua leitura!

Entenda o que é e-mail marketing

Para começo de conversa, devemos compreender o e-mail marketing como algo que vai muito além do envio de um correio eletrônico. O recurso é uma estratégia de divulgação publicitária e de vendas, com normas e procedimentos previamente estudados e definidos.

É uma ferramenta de comunicação próxima, que alcança o cliente de forma rápida e direta, permitindo criação de relacionamento, visibilidade da marca e faturamento

Um dos pontos fundamentais do e-mail marketing é que ele se baseia  no consentimento prévio do usuário para receber tais mensagens, descaracterizando assim a ideia de spam.

É utilizado por meio de um serviço de automação de e-mail marketing — conjuntamente com outras ferramentas — que geram diversas vantagens para o negócio, tais como:

  • proatividade: possibilidade de encontrar o cliente, educá-lo sobre ofertas, produtos e amadurecê-lo para a decisão de compra;
  • segmentação: envios de acordo com o público-alvo da empresa, com possibilidade de disparos conforme o gênero, faixa etária, cidade, hábitos comportamentais, entre outros;
  • personalização: mensagens enviadas com nome e outros dados do leitor;
  • mensuração: possibilidade de medir a aceitação do e-mail e de campanhas em tempo real.

Já foi dito há alguns anos que o e-mail marketing teria prazo de validade e sua eficiência cairia com o tempo. O que temos observado é que a aceitação do público por este canal continua alta. Um levantamento de 2020 do site MarketingSherpa aponta que 72% dos consumidores veem o e-mail como melhor meio para receber comunicações empresariais.

Confira 6 finalidades do e-mail marketing para sua empresa

Sabemos que o e-mail marketing gera proximidade e possui boa aceitação do público. Sendo assim, podemos utilizá-lo como uma ferramenta de comunicação poderosa para nutrir contato e gerar mais vendas

Outra boa notícia é que o recurso pode ir além, facilitando outros processos e estratégias. Veja a seguir alguns tipos de e-mail marketing que colaboram nesse sentido.

1. Prospecção direta

O e-mail de prospecção — também conhecido como cold email, ou e-mail frio — é uma ação de abordagem aos potenciais clientes dentro do outbound marketing. É mais utilizado nas vendas B2B, de modo que não se categoriza como spam.

Para gerar resultados é preciso combinar o uso estratégico de imagens com texto atrativo e de qualidade. Também demanda a utilização de CTA — call to action ou chamada para a ação — que instigue esse futuro cliente a dar um próximo na negociação.

2. Nutrição de leads

O objetivo do e-mail de nutrição é alimentar o funil de vendas, atraindo usuários por meio de conteúdos de seu interesse. Esses materiais guiam e educam o lead até as soluções e ofertas da empresa, de maneira gradual e progressiva.

Essa captação pode ocorrer por uma página de captura (landing page) com a oferta de recompensa, seja um e-book, infográfico, ou acesso a um vídeo exclusivo. A empresa ganha com a expansão de sua lista de contatos e com a transformação destes em clientes.

3. Newsletter

O envio de boletins semanais ou quinzenais por e-mail garantem que o cliente não perca contato com a marca e passe a se identificar ainda mais com ela. Sua empresa aparecerá toda semana no celular ou desktop dele, com novidades e materiais relevantes.

4. Notificações

A função do e-mail marketing não acaba quando o lead se torna cliente, pelo contrário. Esse canal ainda pode ser utilizado de muitas maneiras, principalmente para confirmações de compras, informações úteis sobre o pedido, vigência de assinaturas e outros avisos relevantes.

5. Cobranças

A comunicação por e-mail serve para transmitir qualquer mensagem com o intuito de engajar o consumidor e conduzi-lo até a ação desejada. Isso inclui receber pagamentos em atraso e recuperar dívidas antigas.

Com uma atenção especial ao tom de voz e a periodicidade dos e-mails, é possível utilizar essa ferramenta para fazer disparos automáticos para clientes inadimplentes em um meio amigável e prático, permitindo o envio do boleto atualizado ou direcionando para um acordo. 

6. Pesquisas de atendimento

O pós-venda é importantíssimo na relação com o cliente, pois imprime a impressão de cuidado e de busca por melhoria contínua. É possível programar o disparo de pesquisas NPS para os leads que efetuaram uma compra ou enviar um e-mail mais informal, solicitando impressões sobre o produto ou serviço adquirido.

Conheça as melhores práticas para um e-mail marketing assertivo

Bons resultados em campanhas de e-mail marketing não acontecem de forma instantânea. É bem comum encontrar empresários e profissionais de marketing frustrados em função da baixa taxa de cliques e disparos caindo na caixa de spam.

Como em um processo científico, o sucesso acontece por meio de estudo, aplicação de estratégias e testes, implementando melhorias até alcançar métricas satisfatórias. Falaremos sobre algumas dessas sacadas na sequência.

Organize uma estratégia 

Uma das maiores vantagens do e-mail marketing é sua capacidade de adaptação em qualquer régua de comunicação. E sim, você precisa ter uma bem estruturada antes de investir no disparo automático de e-mails. Ela regulará e programará seus envios.

Essa régua pode incluir outros canais ou se basear apenas no e-mail marketing. O ideal, porém, é ampliar os pontos de contato para abordar o cliente em diferentes situações. Isso evita deixar sua campanha perdida em um e-mail isolado. 

Crie uma forma de confirmar a abertura do e-mail e garantir que o lead tenha contato com a mensagem que você quer que ele receba. Sua estrutura de e-mail marketing deve permitir o acompanhamento de cliques e interações com cada mensagem.

Quem o utiliza para a cobrança, por exemplo, pode hospedar o boleto na nuvem, o que possibilita medir a taxa de cliques no documento.

Não esqueça de criar cada e-mail da campanha com um objetivo prévio, que é alcançado com o uso de um Call to Action. Essa chamada é a forma mais clara de mostrar ao usuário a ação que você espera dele

Seu CTA pode ser inserido para gerar vendas, tráfego para o site, aceite de uma proposta, baixa de boleto ou qualquer outra finalidade. 

Construa sua própria lista 

Comprar listas de e-mail prontas pode parecer vantajoso, afinal sua prospecção alcançaria mais pessoas. Quem opta pela aquisição quer poupar o tempo e esforços de construir a própria base de contatos.

O problema é que mesmo em listas que, em tese, são de boas fontes, os endereços de e-mail costumam ser bastante desatualizados, não dando o retorno sobre o investimento desejado.

Além de prejudicar as métricas de sua campanha, o disparo excessivo para endereços inválidos pode gerar penalizações para o seu domínio e fazer com que os e-mails caiam cada vez mais na pasta de spam. 

Vale então o esforço de captar seus próprios seguidores. Outro ponto importante é realizar a validação de cada contato, sejam daqueles que já compõem o cadastro ou daqueles que você adquirir ao longo do tempo.

Envie conteúdos de valor

O tempo é um dos ativos mais valiosos hoje em dia, senão o mais importante. Com acesso abundante à informação e caixa de e-mails lotadas, as pessoas param para ler somente o que desperte interesse genuíno, solucione uma dor ou problema.

Seus disparos precisam ser atrativos e mais: instruir, entreter ou levar uma mensagem que realmente faça diferença na vida das pessoas. Nesse contexto, seu produto pode ser inserido de maneira natural e na etapa certa do funil de vendas.

Dê uma atenção especial ao título

O sonho de todo e-mail — e de quem o envia — é ser visto, lido e clicado. A realização disso certamente se inicia com um título irresistível, que instigue o usuário a abrir e descobrir o segredo daquela mensagem.

Não adianta ter uma oferta imperdível ou material interessante se o cliente sequer vai abrir o e-mail. Compensa investir um pouco mais de tempo na criação desse elemento, mas lembre-se de não criar nada muito extenso. 

Os aplicativos de e-mail para celular exibem 34 caracteres por linha, procure entregar a mensagem principal do título dentro desse limite.

Invista em automação e personalização

Não dá para falar muito de e-mail marketing sem envolver o uso de ferramentas. São elas que permitirão a captura e segmentação ideal para que seus disparos tragam resultados. 

Fornecem também dados em tempo real e possibilitam integração com outros softwares da empresa, como CRM’s, sistemas integrados e réguas de cobrança. 

A tecnologia permite também disparos ainda mais pessoais, tratando o cliente pelo nome ou disponibilizando outras informações dele, existentes na base de dados.

Para os novos ingressantes na lista, você pode colocar um campo para preenchimento de nome no momento da inscrição. Apesar de diminuir o número de capturas, a ação aumenta as chances de seu e-mail ser aberto e lido.

Fique atento a linguagem e tom de voz das comunicações

É preciso estar atento aos detalhes. O uso inapropriado de imagens, termos e até a frequência de envios podem transmitir uma impressão negativa ao leitor ou cliente. E obviamente, mantenha a cordialidade e educação ao longo da mensagem.  

Paute a estratégia de comunicação em e-mails breves, que vão direto ao ponto. Para alcançar esse objetivo e ainda parecer próximo e amigo, escolha com cuidado cada palavra da mensagem.

Aproveite para informar porque ele está recebendo aquele e-mail — por ter se cadastrado na lista, por exemplo — e deixe disponível a opção de cancelar a assinatura. Assim, diminuem as chances dele sinalizá-lo como spam e deixa o cliente como protagonista da situação.

Aplicando esses cuidados básicos você pode avaliar que modelo de e-mail marketing gera mais resultados e implementar melhorias para tornar o canal ainda mais atrativo para os leads e vantajoso para o negócio.

Implemente as ferramentas certas para aprimorar suas campanhas

Uma vez conferida as finalidades e práticas para fazer um e-mail marketing de alta performance, é importante conhecer também ferramentas capazes de sustentar a estratégia. Descubra quais são e como elas podem ajudar seu negócio a obter resultados profissionais.

Templates

A construção de um bom template de e-mail marketing permite alinhar o apelo visual da sua mensagem com os demais elementos da estratégia. Embora todo e qualquer modelo possa ser personalizado conforme a necessidade, uma boa estrutura de mensagem costuma ter elementos como:

  • call to action antes da dobra da página — muitos não chegam a rolar ou deslizar o e-mail para ler todo o conteúdo;
  • layout responsivo — ou seja, adaptado para dispositivos móveis, impedindo erros no carregamento da mensagem;
  • até 40% de imagem — diminui o tempo de carregamento da mensagem;
  • limite de 3 CTA’s por e-mail — com destaque para as chamadas.

ESP

É o sistema de e-mail marketing propriamente dito, responsável pelos disparos e criação de fluxos automáticos. Essa é uma escolha bem particular, decidida de acordo com o orçamento, pesquisa sobre qualidade de entrega da ferramenta, facilidade de utilização do software, entre outros.

CRM 

O uso de um sistema CRM não é obrigatório, mas pode potencializar a estratégia de marketing e relacionamento. Aplicando-o ao e-mail marketing, possibilita o envio de alertas ao cliente com a proximidade de um novo atendimento, renovação de serviço etc.

O uso combinado entre CRM e e-mail marketing possibilita também conhecer o leitor em cada etapa do funil e dispara abordagens mais precisas para a conversão em venda. Com acesso facilitado ao histórico do consumidor na empresa é possível tornar essas conversas por e-mail ainda mais personalizadas e efetivas.

Base Certa 

Para finalizar, é interessante manter a ter a base de contatos sempre atualizada, já que disparos para endereços incorretos diminuem a taxa de entrega e geram penalizações dos servidores de e-mail em relação ao seu serviço de e-mail marketing.

Ferramentas como o Base Certa permitem busca e validação das informações contidas na base cadastral. O sistema utiliza fontes de dados simultâneas que confirmam a veracidade dos dados fornecidos pelos clientes e inserem as informações corretas no lugar das antigas.

Você conferiu neste artigo como o e-mail marketing ainda é relevante e pode ampliar vendas, estreitando relacionamento entre público alvo e negócio. Esperamos que essas dicas facilitem a criação de listas fortes e de uma boa segmentação, ou seja, a implementação definitiva da estratégia na sua empresa.  

O uso de ferramentas também dão um gás para essa consolidação. Utilize-as para colocar a mão na massa e fazer desse recurso de comunicação e vendas um grande aliado.

Combine e-mail marketing com SMS

Como mencionamos, a diversificação dos pontos de contato garantem maior efetividade nos seus objetivos de marketing e vendas. Agora que você domina o uso do e-mail marketing, clique aqui e veja como o utilizar o SMS para enriquecer ainda mais sua estratégia!

333 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar