Realizar a análise de crédito é um padrão no mercado na hora de realizar a venda de um produto, serviço ou financiamento. Porém, na hora de analisar os resultados de uma consulta é importante levar em consideração não apenas se a pessoa é inadimplente, mas diversas outras informações que podem ajudar na tomada de uma decisão de crédito mais assertiva.

Separamos a seguir alguns passos essenciais para realizar uma boa análise de crédito e prevenir a inadimplência. Confira 😀

Clique aqui e baixe agora o nosso combo de conteúdos sobre como fazer uma política de crédito!

Como realizar uma análise de crédito Assertiva?

Analise o score de crédito

Além da própria situação das dívidas, quando elas existem,  outro fator muito utilizado na hora de tomar uma decisão de conceder crédito,  é o score de crédito do solicitante. O score de crédito é um modelo matemático que pode ter como base algoritmos de inteligência artificial e machine learning, que juntos tentam determinar qual é a probabilidade da pessoa ou empresa ficar inadimplente dentro de um determinado período de tempo – geralmente os próximos doze meses.

Uma boa observação no score de crédito pode ajudar a determinar qual é a probabilidade de inadimplência, mesmo que por inferência e se a pessoa solicitante vem em uma linha de interações positivas com o mercado.

Valide informações cadastrais

O score de crédito é uma informação muito importante, mas tão importante quanto saber a probabilidade de pagamento é ter certeza de que a pessoa que está solicitando o crédito é realmente quem diz ser e se todos os dados informados fazem sentido.

Em algumas transações é possível que a pessoa apresente comprovantes de residência e outras informações e diga que sempre morou na cidade do comprovante, porém com uma rápida pesquisa você descobre que essa pessoa tem outros cinco possíveis endereços em outras cidades ou estados. Esse é um indício de que algo pode não estar tão alinhado como o informado.

Além de dúvidas com relação ao endereço uma boa análise dos dados cadastrais pode revelar outras inconsistências como:

  • Empregadores incompatíveis com o informado
  • Participações em empresas não mencionadas
  • Nome de mãe e outros parentes que não fazem sentido
  • Telefones não mencionados e diversas outras informações cadastrais

Analise o perfil das dívidas existentes

Mesmo que uma pessoa tenha dívidas no mercado, uma boa análise de risco e crédito precisa levar em consideração dados relativos aos próprios débitos como:

Data da última dívida

Uma pessoa pode apresentar dívidas diversas no nome, mas ter a última dívida registrada há um tempo considerável. Isso pode significar duas coisas:

  • A primeira é que a pessoa não consegue mais crédito no mercado e por isso não tem a possibilidade de criar novas dívidas.
  • A segunda é que essa pessoa vem pagando regularmente as novas dívidas.

Segmento da dívida

Assim como a data da última dívida, o segmento da empresa para o qual a pessoa deve é importante. Uma pessoa pode apresentar uma alta concentração de dívidas dentro de um segmento como varejo de roupas ou empresas de serviços públicos e praticamente nenhuma dívida em outros segmentos.

Caso as empresas para o qual a pessoa deve tenham menos prioridade, ou seja, sejam menos necessárias para a sobrevivência, isso pode ser levado em consideração. Caso você esteja consultando crédito para negociar com uma empresa esse tipo de informação é ainda mais importante, pois quanto mais prioritário para a operação da empresa um fornecedor é, menor é a chance dele não receber.

Valor da dívida

Por fim, o valor das dívidas existentes é uma variável que precisa ser pensada. Uma pessoa que tem dívidas muito altas de financiamento de imóveis, carros e outros, pode ser um bom pagador dentro de segmentos de bens de consumo ou serviços com dívidas menores.

Caso a consulta seja sobre uma empresa isso também é impactante, pois a empresa pode ter passado ou estar passando por dificuldades com o fluxo de caixa e estar sem condições de honrar dívidas de alto valor.

Além de levar em consideração todas essas informações, tenha em mente que conceder crédito tem um lado humano. Existe uma pessoa do outro lado – seja empresário ou consumidor final – e o comportamento e necessidades dessa pessoa podem ter grande impacto na decisão final de conceder ou não o crédito. Uma consulta de crédito inteligente é feita como um raio-x 360 incluindo o máximo de variáveis possível na hora de tomar uma decisão. Por isso, é sempre importante ter como aliadas ferramentas específicas que possam oferecer uma base atualizada de dados.

Quer conhecer soluções de ponta para análise de crédito?

Nós da Assertiva temos soluções que podem te ajudar durante todo o processo de análise de crédito. Entre em contato conosco clicando aqui e descubra todas as oportunidades que o nosso portal pode lhe oferecer.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar