Recusar crédito do cliente: saiba por que você deve explicá-lo os motivos

Porque sim não é resposta! Você, provavelmente, já disse isso alguma vez na vida e sabe o quanto é frustrante não receber uma explicação para suas dúvidas. No universo empresarial, a premissa é a mesma, especialmente, quando é preciso recusar crédito do cliente.

Nós sabemos que investir em uma boa análise de crédito é uma maneira de proteger as finanças do negócio. No entanto, é preciso ter cuidado para que esse processo não prejudique a relação com o cliente e gere repercussões negativas em sua imagem.

Continue a leitura e entenda por que você deve adotar essa postura em sua empresa!

Entenda a importância da análise de dados na concessão de crédito

Gerenciar o setor de crédito é uma grande responsabilidade e exige diversas habilidades, como boa comunicação, organização e conhecimento. Afinal, falamos de uma atividade essencial para a saúde financeira do negócio.

Tanta importância enfatiza ainda mais uma velha máxima do mundo corporativo: não há espaço para achismos nas decisões empresariais. Suas estratégias e escolhas devem ser sempre fundamentadas em dados reais e atualizados.

A concessão de crédito é uma manifestação de confiança e, como você sabe, não se pode confiar em qualquer pessoa. Por isso, verificar informações e documentos é um processo que não pode ser ignorado.

Em alguns casos, os dados coletados mostram que a negativa de crédito é a decisão mais segura a ser tomada, pois evitará uma série de transtornos para o negócio, principalmente, a inadimplência e a desorganização do fluxo de caixa.

Portanto, invista nesse processo, atualizando sua base de dados e adquirindo ferramentas que ajudem na pesquisa e verificação de informações. Quanto mais detalhada for a sua análise, menos riscos sua empresa vai correr.

Conheça as regras legais sobre a recusa de crédito

Afinal, o que diz a lei sobre a recusa de crédito? A empresa pode deixar de realizar uma venda a prazo sem uma explicação clara a objetiva? A resposta para essa pergunta é não!

O Código de Defesa do Consumidor (CDC), norma que esclarece os direitos e deveres do consumidor, é preciso ao afirmar que o cliente tem o direito de saber os motivos para a negativa, especialmente, quando não há qualquer restrição em seu nome.

Isso acontece porque é dever do negócio prestar informações corretas sobre seus produtos e serviços e, claro, apresentar todas as informações sobre o cliente, inclusive as existentes em seu banco de dados.

Conforme destacamos, conceder crédito depende de confiança e nenhum negócio é obrigado a emprestar dinheiro para um cliente. Entretanto, você deve informar os motivos que justificam sua decisão.

Saiba explicar os motivos quando recusar crédito do cliente

Além de estar previsto no Código de Defesa do Consumidor, explicar os motivos para recusar crédito do cliente é uma atividade que traz inúmeros benefícios ao negócio. No entanto, muitos gestores não compreendem a importância dessa estratégia.

É preciso destacar que a comunicação empresarial é um dos elementos para o sucesso e, claro, ela deve existir em todas as etapas do processo de vendas, inclusive quando o crédito não puder ser concedido. Veja por que investir nesse aspecto!

Resguarda a empresa de processos judiciais

Enfrentar processos judiciais é uma situação extremamente prejudicial ao negócio, principalmente devido aos gastos com advogados e ao desgaste à imagem empresarial.

Por esse motivo, é interessante ser claro e cordial ao apresentar os motivos para a negativa de crédito. Oriente sua equipe a explicar ao cliente com respeito e empatia, evitando apenas dizer que não é possível realizar a venda.

Ajuda o cliente a resolver seus problemas financeiros

É comum que o cliente sequer saiba que tem um registro negativo em seu nome, por isso sua atitude e postura podem ajudá-lo a solucionar o problema.

Além de ficar agradecido por receber a informação de que precisava, há uma grande chance de que esse consumidor retorne à empresa para finalizar a compra depois que suas pendências forem eliminadas.

Melhora o relacionamento com o cliente

O relacionamento com o cliente é um dos pilares para o crescimento saudável e ordenado de uma empresa, e isso pode ter uma forte relação com a forma de conduzir a recusa de crédito.

É preciso entender que todas as pessoas podem passar por problemas financeiros e que isso não as tornam inimigas de sua empresa. Portanto, seja claro ao apresentar os motivos e faça com que esse momento reforce ainda mais a relação de confiança e respeito entre as partes.

Impede que a frustração gere a perda de clientela

Em geral, um cliente que apenas tem o crédito negado e não recebe qualquer justificativa se sente frustrado e prejudicado. Como ele não sabe os motivos, pode criar uma imagem errada do negócio, acreditando que a empresa não valoriza e respeita seu público.

Por outro lado, quando o procedimento é guiado da maneira adequada e o funcionário consegue transmitir os motivos de uma maneira objetiva e sincera, as chances de recuperar o consumidor e conquistar avaliações positivas são maiores.

Melhora a imagem empresarial

Para concluir as razões pelas quais você deve informar seus motivos para a recusa de crédito, não há como deixar de mencionar que isso favorece a imagem empresarial. Isso porque o consumidor contemporâneo é muito exigente e valoriza atitudes responsáveis e respeitosas por parte das empresas.

Entenda que, quando há motivos reais e justificáveis, negar o crédito não é nenhum problema. O erro está em deixar o cliente “no escuro”, totalmente sem entender por que não merece a confiança do seu negócio.  

Durante a análise de dados, você pode chegar à conclusão de que recusar crédito do cliente é o melhor a ser feito, já que é preciso proteger suas finanças e minimizar o risco de inadimplência.

Esse tipo de situação é comum e faz parte do dia a dia de qualquer negócio. Entretanto, é preciso agir com profissionalismo e respeito, informando ao consumidor com clareza e objetividade os motivos que justificam essa negativa. Adotando essa postura, tenha certeza de que sua empresa desfrutará de todos os benefícios apresentados.

Veja qual a importância de consultar o CNPJ antes de conceder crédito

Você tem muitos clientes empresariais? Fazer uma análise de crédito segura e eficiente das empresas é essencial para que seu negócio não enfrente problemas com inadimplência. Clique aqui e entenda a importância de consultar o CNPJ antes de conceder o crédito!

Deixe uma resposta