Cobrança e dados: a combinação perfeita!

Todo gestor que preza pelo sucesso a curto, médio e longo prazo do seu negócio, sabe a importância de estruturar o seu processo de cobrança com as melhores ferramentas e práticas do mercado.

Para cumprir essa missão importante e evitar os altos índices de inadimplência, o uso inteligente de dados pode otimizar e aprimorar as ações do seu time, trazendo mais assertividade e velocidade.

No texto de hoje vamos analisar como alguns departamentos e assessorias de cobrança estão conseguindo diminuir os índices que prejudicam a saúde financeira de suas empresas. Continue sua leitura! 😉

Dados dizem muito e não dizem nada!   

Dados por si só podem ser apenas um amontoado de valores, registros aleatórios e códigos. Agora, quando estruturados e organizados, eles representam uma fonte rica de informação estratégica.

Quando observamos um conjunto ou uma base de dados sem aplicar um exercício de análise e estruturação, podemos ficar perdidos quanto ao que eles podem nos dizer. Por isso, é importante desenvolver algumas habilidades específicas quando o assunto é compreender o que os dados realmente traduzem.

Pensando em cobrança, a capacidade analitica dos gestores e analistas contribuem com o avanço dessa tarefa. Vejamos o que os dados podem dizer para o seu planejamento estratégico de cobrança:    

#1º Perfil do cliente devedor

O conjunto de dados dos seus clientes devedores diz muito sobre a forma de agir com cada um deles. Esta informação pode ser crucial na hora de estabelecer uma régua de cobrança seguindo o perfil do cliente.

A sua base de dados é uma fonte rica de informações que irá direcionar todo seu planejamento na hora de abordar cada tipo de pessoa.

Entre as informações importantes para identificar o perfil do cliente devedor, temos:

  • Localização geográfica do cliente;
  • Profissão e cargo;
  • Score de propensão de pagamento;
  • Faixa de valores da dívida;
  • CPF e as informações de negativados;
  • Dados de contato.
  • Tempo da dívida.

Todas essas características são elementos-chave para elaborar uma estratégia de cobrança do seu negócio.

Com um repertório amplo como este, é possível escolher o melhor meio de comunicação, a linguagem ideal, a forma de acionar o cliente, os tipos de tratativa e as técnicas de negociação que mais se adequam a realidade de cada um.

#2º Enriquecimento e validação de dados

Outra contribuição crucial das tecnologias de dados é o processo de enriquecimento e validação de dados cadastrais.

Estes tipos de serviços podem trazer ganhos de escala e velocidade, principalmente quando lidamos com uma base de informações cadastrais desatualizadas.

O contato com a pessoa certa, também conhecido como CPC, é um dos indicadores mais impactados quando há um conjunto de informações desatualizadas.

O enriquecimento pode ser feito com base em chaves primárias, como o CPF. Este dado pode ser uma fonte rica para descobrir outros pontos de contato com o cliente, o que traz muito mais assertividade nas ações de cobrança.

#3º Consolidação e organização de base de dados     

Por último, temos mais uma dica relacionada a organização do seu conjunto de informações. Por incrível que pareça sua empresa já possui dados suficientes para otimizar o processo de cobrança.

O problema é a carência na consolidação de uma fonte única de dados. Isso ocorre pela falta de ferramentas e técnicas próprias para departamentos de cobrança.

Algo pavoroso é tentar fazer esse controle por meio de planilhas. Além do perigo de corromper o arquivo ou salvar várias versões que prejudicam na hora de encontrar a informação correta, a manipulação da base torna-se morosa e sem a flexibilidade que precisamos.

Uma ferramenta tecnológica que pode ajudar na missão de consolidar suas informações, são os famosos CRM’s. Eles são softwares que contribuem na formação da sua base, além de possuírem funções de segmentação de clientes com diferentes tipos de combinações.

Além dos softwares de apoio aos controles financeiros de recebimento de pagamentos, eles são cruciais para criar automações e controles quanto ao fluxo de pagamento e contas a receber.

Quer saber mais sobre esse tema?

Para ajudar o seu negócio a atingir melhores resultados de cobrança, queremos dar mais profundidade a este assunto. Clique aqui e confira o nosso webinar! 🙂

Deixe uma resposta